Artigos Notícias

5 Ferramentas que toda tocha de solda robotizada deve ter

Publicado por Dustin Gordon em 17/11/2020 12:19:50

As tochas de solda robotizadas podem agilizar o processo de soldagem e tornar a produção mais confiável e rápida. Mas as células de solda robotizadas e a tocha em si oferecem uma performance tão boa porque tem ótimas ferramentas ao seu redor. Além de pessoal talentoso, existem ferramentas que todo robô de soldagem e tocha robotizada podem usar para tornar a soldagem automatizada um processo ainda mais eficaz. Vamos falar sobre 5 ferramentas que, através de nossos anos de experiência vendo operações de soldagem automatizada grandes e pequenas, acreditamos que podem ter um efeito muito positivo trabalhando juntamente em sua operação robotizada:

  1. Fresagem / Estação de Limpeza
  2. Gabarito Jig (Alinhamento do Pescoço)
  3. Jateamento de ar
  4. Seguidor de Juntas
  5. Dispositivo de gerenciamento de gás

Algumas dessas ferramentas são de baixo custo e fáceis de adquirir. Outras podem precisar de uma avaliação e testes do produto para verificar o quanto mais eficiente sua célula de solda poderá se tornar com elas.

Fresagem / Estação de Limpeza

Se você estiver usando um robô para o processo de soldagem, então velocidade e precisão são muito importantes. É impraticável trazer o braço do robô e fazer o operador limpar o bocal em intervalos após uma série de soldas ocorrerem. Portanto, ter uma estação de limpeza para sua tocha robotizada é extremamente importante para manter o tempo e a precisão que uma operação de automação de soldagem exige.

Uma estação de limpeza completa terá três componentes: fresa, cortador de arame e aplicador antirrespingos. A fresa removerá todos os respingos do interior do bocal para permitir que o gás flua melhor do difusor para o bico e o bocal, para produzir soldas de qualidade. O cortador de arame garante que você tenha sempre o mesmo stick out, de modo que obtenha boas aberturas de arco e atinja a junta de solda com precisão. Como novamente a velocidade é tão crítica para obter o retorno do investimento para sua tocha de solda robotizada, ter o corte do arame de maneira manual reduziria o tempo de arco aberto e retardaria o retorno do investimento para o robô. O injetor/aplicador antirrespingos também impede a formação de respingos dentro do bocal e no bico de contato.

Através de nossa experiência, temos visto algumas células e tochas de solda robotizadas que usam a fresagem mas não o corte automatizado de arame ou o antirrespingos. Já houve um caso em particular que o usuário prendia um pote de pasta antirrespingo perto da célula e fazia o robô mergulhar a tocha no pote. Não surpreendentemente, depois de um par de ciclos, tanta pasta estava presa no bocal que os orifícios de gás estavam entupidos e não era possível mais abrir o arco, então eles tinham que trocar de pescoço. Esta não é uma situação ideal ou de uso correto de uma estação de fresagem.

Para a maioria dos usuários, o preço é um ponto crítico quando se trata de investir em uma estação de fresagem de serviço completo. E algumas estações podem ter um alto investimento inicial. Mas há soluções de baixo custo de serviço completo em manutenção de tochas disponíveis, que oferecem a fresa, o cortador de arame e o injetor antirrespingos que podem manter o tempo de arco aberto do robô mais alto e acelerar mais o retorno do investimento.

Gabarito Jig (Alinhamento do pescoço)

Sempre que você estiver usando uma tocha de solda robotizada, o Ponto Central da Ferramenta, ou TCP, é crítico para o sucesso da célula de solda. Não há melhor maneira de garantir o TCP de sua tocha antes que o pescoço seja colocado em linha do que usando um gabarito jig de alinhamento.

Alignment_Jig.jpg

Os gabaritos jig de alinhamento também são fundamentais para reparar o pescoço da tocha em caso de colisão. As colisões podem acontecer na solda robotizada – é uma ocorrência infeliz, mas inevitável de tempos em tempos. Se você estiver usando uma tocha refrigerada a água, onde os pescoços podem ser mais caros, ter um gabarito jig de alinhamento à mão pode permitir que você verifique e reajuste a geometria do pescoço de volta ao TCP apropriado fora da célula de soldagem, no caso de um acidente, desde que os canais de líquido não estejam danificados no pescoço. Com os atuais sensores de colisão, os acidentes que danificam os canais de líquido são cada vez mais raros, portanto, poder reajustar a geometria do pescoço de volta ao lugar pode ajudar a economizar bastante cada vez que ocorrer um acidente.

Dependendo de quantas células robotizadas estão em operação, ter vários gabaritos de alinhamento à mão também pode poupar tempo tendo ou assegurando que os pescoços fora de operação estejam alinhados com o TCP antes de serem instalados no módulo frontal e colocados em operação.

Jato de ar

O jato de ar é uma opção eficiente e barata (e às vezes padrão) para ter incorporada em sua tocha de solda robotizada.

O jato de ar é uma mangueira dedicada dentro do conjunto de cabos da tocha, que pode ser conectada em um compressor de ar com ar limpo que dispara um jato de ar através dos orifícios de gás para remover deles escória ou respingos.

As mangueiras de jato de ar também podem ser usadas para injetar spray antirrespingos no difusor, bico e bocal, ou ser usadas para jatear qualquer resíduo solto. Como opção para a tocha, o jato de ar também é muito útil para manter o bico de contato mais resfriado entre os ciclos.

Mesmo com uma tocha refrigerada a água, é importante lembrar que o bico de contato raramente experimenta o efeito total do líquido refrigerante porque os canais de líquido não o alcançam.

O jato de ar flui do cabo através da extremidade frontal da tocha e consegue fazer com que o bico de contato se resfrie um pouco, para maximizar a sua vida útil.

Seguidor de Juntas

O seguimento de juntas já teve seus problemas no passado, mas hoje é uma ferramenta cada vez mais confiável. O sensor seguidor de juntas é um dispositivo instalado no robô que rastreia a junta de solda e é responsável por guiar o robô – e, portanto, a tocha – pelas variações nas ferramentas e fixações ao longo da junta. Se o ajuste não for o ideal, o sensor seguidor de juntas pode permitir que a tocha de solda robotizada ainda faça uma boa solda.


Como ferramenta, o sensor seguidor de juntas não é para todos. Você precisa avaliar se sua operação irá comportar instalar o periférico no robô. Mas, se você tem uma operação de soldagem automatizada que tem mais ferramentas abertas ou peças longas onde pequenos erros na fixação podem levar a erros e retrabalho, o seguimento das juntas pelo sensor pode ser uma excelente ferramenta para resolver esses problemas.

Dispositivos de gerenciamento de gás

Há uma série de dispositivos de gerenciamento e controle de gás para ajudá-lo a garantir um fluxo de gás adequado. Alguns são opções de custo muito baixo e outros podem requerer um investimento inicial um pouco maior.

Gas_Flow_Checker.jpgMuitos procedimentos operacionais padrão (SOPs) exigem uma certa quantidade de fluxo de gás no bocal. Um fluxômetro é uma boa ferramenta a se ter no bolso de qualquer pessoa para garantir que o fluxo de gás do bocal esteja correto.

Os fluxômetros realmente se voltam também para as estações de fresamento. Se você não estiver usando ferramentas como estações de fresamento para manter o bocal e o interior da extremidade frontal da tocha limpos, é provável que você não obtenha o fluxo de gás desejado do difusor para o seu bocal, e obtenha soldas ruins. Um fluxômetro lhe dirá se seu fresamento está alcançando os resultados desejados.

Os medidores de vazão também são ferramentas importantes a ter, por que vão confirmar seu procedimento operacional padrão para garantir que você esteja obtendo o fluxo de gás correto.

Há também orifícios que você pode instalar na extremidade posterior de seu alimentador de arame que restringirão o aumento de gás no início do arco, onde normalmente você encontrará um maior uso de gás.

Os reguladores eletrônicos também são dispositivos eficazes de controle de gás porque eles fluem o gás para a frontal da tocha de solda robotizada em sincronização com a corrente de solda. Quanto mais amperagem usada, mais fluxos de gás fluem para a extremidade frontal da tocha; quanto menos amperagem usada, o regulador eletrônico se ajusta para diminuir o fluxo de gás e evitar a porosidade. Os reguladores eletrônicos também funcionam como orifícios para suprimir o pico inicial de gás durante a abertura do arco, para que não se use muito gás neste momento.


As tochas de solda robotizadas são geralmente bem construídas, projetadas para uso constante, e podem acelerar muito a produção. Mas sem ferramentas ao redor da tocha robotizada para ajudá-la a funcionar e operar da maneira ideal, sua tocha terá dificuldades para alcançar os melhores resultados possíveis e ajudar a garantir um retorno do investimento no prazo desejado.

Confira a materia na integra: 5 Ferramentas que toda tocha de solda robotizada deve ter (binzel-abicor.com)

SHARE
RELATED POSTS
Jornada Técnica do Conhecimento em Inspeção (JTCI)
Robôs Industriais e Soldagem GMAW
Noxis planeja construir refinaria em Sergipe

Deixe seu comentário

*