Artigos Notícias

Soldagem robotizada na indústria automotiva e seus processos mais comuns

Publicado por Binzel do Brasil em 16/08/2023 08:33:08

A soldagem é uma das aplicações robóticas mais comuns no setor industrial, sendo conduzida principalmente pelo setor automotivo nas últimas décadas. A soldagem robotizada é a mais produtiva ao concluir tarefas de soldagem repetitivas e de alto volume.

A indústria automotiva no início do século XX, com o propósito de tornar seu processo de produção mais dinâmico e ágil, introduziu o conceito de linha de montagem, com o intuito de gerar um sistema que possibilitasse a mecanização de processos com maior velocidade, atendendo a uma maior demanda de produção, já que a fadiga dos sistemas robóticos é sem dúvida muito menor que a humana, obtendo-se uma grande quantidade de horas trabalhadas interruptas, o que aumenta em larga escala a produtividade.

A automação do processo de soldagem e a utilização de robôs melhoram a qualidade do resultado, tem melhor repetibilidade, tempos de ciclo reduzidos e melhor controle na produção.
Na maioria das linhas de montagem, os robôs de solda permanecem na célula de produção de carrocerias ou lanternagem, onde um carro popular chega a ter 2,5 mil pontos de solda, muitos deles com difícil acesso para o soldador, sendo este mais um ponto positivo da soldagem robotizada para este segmento. Isto sem falar em pontos que elevam a confiabilidade da solda, tais como o controle da tocha, os sensores de controle que podem identificar falhas, gerando parâmetros para a escolha do melhor tipo de solda.

Nesse contexto, existem vários tipos diferentes de processos de soldagem robotizada que podem ser aplicadas em uma linha de produção automotiva, cada um com seus próprios benefícios e tipos de aplicações.


7 tipos de processos de soldagem robotizada

Esta lista é apenas um exemplo de 7 processos, os mais comuns.

  • Soldagem a arco: um arco elétrico entre um eletrodo e a base de metal produz um calor intenso para derreter e misturar duas partes. A soldagem a arco é usada para aplicações que exigem alta precisão e repetibilidade.
  • Soldagem por resistência: uma corrente é passada entre duas peças de metal, uma poça é formada pelo calor resultante e as duas peças são unidas. A soldagem por resistência é a forma mais econômica de soldagem robotizada e é melhor para projetos de tratamento térmico.
  • Solda a ponto: sendo esta um tipo de solda por resistência, a solda a ponto une metais finos que resistem a correntes elétricas. É normalmente usada na indústria automotiva para unir estruturas de chapa metálica.
  • Soldagem TIG: um processo de alta qualidade em que um arco é formado entre um eletrodo de tungstênio não consumível e a parte de metal. A soldagem TIG é usada quando a precisão tem a maior importância.
  • Soldagem MIG: um processo de alta taxa de deposição que envolve a alimentação contínua de um fio em direção à ponta de solda aquecida. É melhor para aplicações em que a simplicidade e a velocidade do sistema são desejáveis.
  • Soldagem a laser: um gerador a laser fornece através de um cabo de fibra óptica uma luz laser através de uma cabeça de corte robótica para soldar peças. A soldagem a laser, incluindo a soldagem a laser remota para locais de solda difíceis de alcançar, é frequentemente usada em aplicações de alto volume que exigem alta precisão, como o setor automotivo ou nas indústrias médica ou de joalheria.
  • Soldagem a plasma: o gás ionizado passa através de um bocal de cobre para produzir temperaturas extremamente altas. A soldagem a plasma é usada quando a flexibilidade é necessária, pois a velocidade e as temperaturas podem ser facilmente ajustadas.

Embora existam dezenas de outros tipos de processos de soldagem robotizada, os 7 listados acima são alguns dos mais comuns e são implantados no setor industrial para diversas aplicações.

Confira a materia na integra: Soldagem robotizada na indústria automotiva e seus processos mais comuns (binzel-abicor.com)

SHARE
RELATED POSTS
2 Semestre Vestibular FATEC
Inscrições Prorrogadas para o Vestibular FATEC
Participe e concorra a sorteios do livro Manual do Soldador

Deixe seu comentário

*