Notícias

Preparação do superfícies: Um guia completo

Quando se trata de preparação de superfícies, há muito a dizer sobre isso. Na verdade, o termo preparação de superfície é geralmente usado para descrever os processos aplicados a uma superfície antes de revesti-la, mas também pode ser usado para soldagem e corte.

Neste artigo vamos discutir a preparação de superfície usando jateamento abrasivo como exemplo básico, já que é o método mais comum disponível.

O que é preparação de superfícies?

A preparação de superfície, ou preparação de superfície, refere-se a processos usados para limpar e tratar uma superfície antes de aplicar um revestimento como tinta, revestimento em pó, esmalte, etc. A preparação da superfície é importante para garantir que o revestimento subsequente adere à superfície e funcione corretamente.

A maioria dos especialistas conclui que a preparação de superfície é um dos fatores mais importantes que afetam o sucesso de um sistema de proteção contra corrosão. O desempenho e a durabilidade de um revestimento são baseados praticamente em sua capacidade de aderir adequadamente à superfície, devido a uma preparação completa.

Qual é a finalidade da preparação de superfícies?

As principais finalidades da preparação adequada da superfície antes do revestimento são:

Limpeza: Remove contaminantes como sujeira, graxa, óleo, cera, ferrugem, incrustação de laminação, desmoldantes e outros materiais deletérios que podem causar perda de aderência ou outros defeitos de revestimento.

Perfil: Cria textura superficial (picos e vales) através de abrasão, corrosão, moagem, etc. Este “perfil” dá ao material de revestimento pontos de ancoragem mecânica para agarrar.

Deglossing: Ofusca e rugosa os revestimentos brilhantes existentes para melhorar a aderência da próxima camada e evitar delaminação ou olho de peixe.

Absorção: Proporciona absorção superficial uniforme em materiais porosos como concreto para que o revestimento seja absorvido uniformemente sem variações de brilho.

Proteção contra corrosão: A preparação remove a corrosão superficial e converte alguns metais como aço em camadas de fosfato ou óxido que resistem melhor à corrosão sob o revestimento.

Reparação: Detecta e repara defeitos no substrato como amassados, rachaduras, furos, aberturas de costura, empenamento, etc. antes do revestimento.

Prevenção de contaminação: Impede que contaminantes superficiais fiquem presos sob o revestimento e causem defeitos como bolhas ou crateras.

Aparência melhorada: Fornece um perfil de superfície puro e uniforme que permite que os revestimentos combinem melhor com o substrato para uma estética ideal.

A preparação adequada da superfície é a base para cada aplicação de revestimento bem-sucedida. Ajuda o revestimento a molhar adequadamente, fluir, aderir e proteger o substrato.

Diferentes tipos de preparação de superfícies

Embora o escopo deste artigo esteja destacando o jateamento abrasivo como o método mais importante de preparação de superfície, reconhecemos que outros métodos estão disponíveis. Alguns métodos comuns de preparação de superfície incluem:

Limpeza abrasiva

Isso é usado para remover contaminantes resistentes, como ferrugem, incrustação e tinta. A limpeza abrasiva envolve o uso de ar comprimido com meios abrasivos com granalhas de vidro, óxido de aluminio, ou aço para limpar e remover contaminantes.

Limpeza mecânica

Este é o tipo mais comum de preparação de superfície. É usado para remover contaminantes soltos, como sujeira, poeira e detritos. A limpeza mecânica pode ser feita usando uma variedade de ferramentas, como escovas, raspadores e lavadoras elétricas.

Limpeza química

Isso é usado para remover contaminantes que não podem ser removidos pela limpeza mecânica. A limpeza química envolve o uso de solventes e outros produtos químicos para dissolver e remover contaminantes da superfície.

Limpeza térmica

Isso é usado para remover contaminantes que não podem ser removidos por limpeza mecânica ou química. A limpeza térmica envolve o uso de calor para queimar contaminantes da superfície.

Limpeza a plasma

Este é um tipo especializado de preparação de superfície que é usado para limpar superfícies delicadas e remover contaminantes que não podem ser removidos por outros métodos. Envolve o uso de plasma para remover contaminantes da superfície.

Estes não são os únicos métodos de preparação de superfícies, mas os mais utilizados pela indústria. De fato, os métodos usados podem ser combinados dependendo das necessidades de desempenho, perigos potenciais e custo.

Padrões para preparação de superfícies

As normas de preparação de superfícies SSPC/NACE são um conjunto de normas conjuntas desenvolvidas pelo SSPC e pela NACE para fornecer orientações sobre como preparar superfícies de aço para a aplicação de revestimentos protetores. As normas são divididas em quatro categorias, com base no nível de limpeza exigido:

Limpeza por jateamento ao metal branco (SSPC-SP5/NACE No. 1)

Este é o nível mais agressivo de preparação de superfície e é normalmente usado para aplicações onde o mais alto nível de proteção contra corrosão é necessário. A limpeza por jateamento de metal branco remove toda a ferrugem, a escama do laminação e outros contaminantes da superfície, deixando-a com uma cor branca brilhante e prateada.

Limpeza por jateamento ao metal quase branco (SSPC-SP10/NACE No. 2)

Este nível de preparação da superfície é menos agressivo do que a limpeza por jateamento ao metal branco, mas ainda remove a maior parte da ferrugem e da carepa de laminação da superfície. A limpeza por jateamento de metal quase branco é normalmente usada para aplicações onde um alto nível de proteção contra corrosão é necessário, mas o custo da limpeza por jateamento ao metal branco não é justificado.

Limpeza comercial por jateamento (SSPC-SP6/NACE No. 3)

Este nível de preparação da superfície remove a maior parte da ferrugem solta e da carepa de laminação da superfície, mas algumas manchas podem permanecer. A limpeza por jateamento comercial é normalmente usada para aplicações onde um nível moderado de proteção contra corrosão é necessário.

Limpeza por jateamento ligeiro (SSPC-SP7/NACE No. 4)

Este é o nível menos agressivo de preparação de superfície e é normalmente usado para aplicações de manutenção onde o revestimento existente ainda está em boas condições. A limpeza por jateamento remove a ferrugem solta e carepas de laminação, mas algumas manchas e contaminantes bem aderidos podem permanecer.

Outras normas

Além dessas quatro categorias, existem várias outras normas de preparação de superfícies SSPC/NACE que abordam aplicações específicas, como a preparação de superfícies de concreto, a preparação de superfícies de aço inoxidável e a preparação de superfícies para revestimento em pó.

Os padrões de preparação de superfície SSPC/NACE são amplamente utilizados em uma variedade de indústrias, incluindo petróleo e gás, petroquímica, geração de energia, fabricação e construção. Ao seguir essas normas, você pode garantir que suas superfícies de aço estejam adequadamente preparadas para a aplicação de revestimentos protetores, o que ajudará a estender a vida útil dos revestimentos e proteger o aço subjacente da corrosão.

Aqui está uma tabela que resume os principais recursos de cada padrão de preparação de superfície SSPC/NACE:

É importante notar que as normas de preparação de superfícies SSPC/NACE são apenas recomendações. O nível específico de preparação da superfície necessário para uma determinada aplicação dependerá de alguns fatores, como o tipo de substrato de aço, o tipo de revestimento que está sendo aplicado e a vida útil desejada do revestimento.

Como escolher o método certo de preparação de superfícies?

O melhor método de preparação de superfície para uma determinada aplicação dependerá de uma série de fatores, incluindo 1) o tipo de superfície, 2) o nível de contaminação e 3) o resultado desejado. Sinta-se à vontade para nos consultar para determinar o melhor método de preparação de superfície para suas necessidades específicas.

O tipo de superfície

Diferentes tipos de superfícies requerem diferentes métodos de preparação de superfície. Por exemplo, superfícies metálicas requerem uma preparação superficial diferente das superfícies de madeira ou concreto.

Para pintar superfícies metálicas, provavelmente você precisará remover qualquer ferrugem, corrosão ou outros contaminantes usando jateamento abrasivo. Uma vez que a superfície está limpa, você pode querer prepará-la para ajudar a tinta a aderir melhor.

No caso de superfícies de madeira, você precisará limpar e lixar a superfície para remover qualquer sujeira ou imperfeições. Você também pode querer selar a superfície da madeira para ajudar a tinta a aderir melhor. Quanto antes aplicar o revestimento após o preparo, melhor.

O nível de contaminação

O nível de contaminação na superfície também determinará o melhor método de preparação da superfície. Por exemplo, superfícies altamente contaminadas podem exigir métodos de preparação de superfície mais agressivos, como jateamento abrasivo, do que superfícies levemente contaminadas. Inspecione a superfície para determinar o nível de contaminação.

Seguindo o exemplo, um casco de navio provavelmente estará mais contaminado do que alguma escada interna na planta de produção. Nos dois precisaremos de preparação da superfície antes da pintura, mas o nível de contaminação é bem diferente.

O resultado desejado

O resultado desejado do processo de preparação da superfície também desempenhará um papel na escolha do método certo. Por exemplo, se você estiver preparando uma superfície para pintura, precisará escolher um método que remova todos os contaminantes e crie uma superfície lisa. Se você estiver preparando uma superfície para solda, você precisará escolher um método que removerá todos os contaminantes e criará uma superfície limpa.

O tipo de revestimento a ser aplicado também ajuda a definir o preparo necessário. Revestimentos de alto desempenho exigem maior preparação de superfície do que revestimentos decorativos.

Quais são os benefícios da preparação de superfícies?

A preparação de superficie leva muito tempo e recursos, sabemos. Calcula-se que cerca de 40% dos projetos de manutenção estão relacionados à preparação de superfícies. No entanto, aqui estão alguns dos benefícios da preparação adequada da superfície:

Adesão melhorada: Fornece ligação física e química ao substrato para que os revestimentos grudem e resistam em vez de lascar, descascar e falhar prematuramente. Isso ajuda a garantir que o processo subsequente adere à superfície corretamente. Isso é importante para aplicações como pintura, revestimento e colagem.

Desempenho aprimorado: pode melhorar o desempenho do processo subsequente. Por exemplo, a preparação adequada da superfície pode ajudar a melhorar a durabilidade de um revestimento de pintura ou a resistência de uma junta soldada. Evitar até mesmo pequenos defeitos no substrato evita falhas no revestimento acabado, como bolhas ou crateras.

Manutenção reduzida: Pode ajudar a reduzir a necessidade de manutenção e reparos, evitando corrosão e ferrugem. Alguns métodos convertem metais em camadas de óxido mais resistentes à corrosão sob os revestimentos.

Maior vida útil do revestimento: A preparação remove condições que causam deterioração precoce do revestimento, como contaminantes aprisionados, umidade ou corrosão. Prolonga a vida útil de sistemas de revestimento caros aplicados sobre superfícies devidamente preparadas.

Aparência consistente: O perfil de superfície uniforme e a absorvência permitem que os revestimentos se fixem e tenham a mesma aparência em toda a superfície. Superfícies limpas e consistentes permitem que os revestimentos alcancem totalmente a suavidade, o brilho, a uniformidade de cor e a aparência desejada.

Maior segurança: a remoção de tinta de chumbo, óleos, graxa e detritos torna o manuseio, a pulverização e o descarte de resíduos mais seguros.

Aplicação mais rápida: Menos material de revestimento desperdiçado tentando acumular pontos finos ou corrigir variações de absorção.

Confira o artigo na integra: Preparação do superfícies: Um guia completo – Codinter Brasil

SHARE
RELATED POSTS
Investimento em inovação faz Simco triplicar importação direta
Treinamento para engenheiros internacionais de soldagem
Em comemoração aos seus 20 anos a Infosolda está lançando o livro Manual do Soldador

Deixe seu comentário

*