Notícias

Ministrado Treinamento NR 18 – Segurança em Soldagem e Corte à Quente e Processo Corte à Plasma

Ministrado na cidade de Arujá/SP o Treinamento NR 18 – Segurança em Soldagem e Corte à Quente (Oxicorte) e Segurança no Processo Corte à Plasma em uma empresa de reciclagem de metais.

É mais fácil de usar o corte a plasma do que o oxicorte?

O plasma não necessita de gases para regular e nem química da chama para dominar. As tochas são desenvolvidas para serem arrastadas pela chapa não sendo necessário a manutenção do afastamento.

Já no maçarico o corte necessita de um controle de altura e é bastante crítico para obter boa qualidade no corte. Por isso o corte com maçarico requer que o operador tenha uma boa experiência e uma mão firme.

Leia o artigo da Hypertherm sobre as 5 vantagens do corte a  plasma em comparação ao oxicorte

Cada etapa de uma obra contempla um risco diferente. É necessário estar sempre atento as proteções coletivas para evitar quedas e problemas com a fiscalização do trabalho. Quedas, cortes, soterramento, atropelamento, choque elétrico, queda de objetos, projeção de corpo estranho nos olhos e entre outros são alguns dos acidentes mais comuns por falta de utilização dos equipamentos.

A Norma regulamentadora NR18 tem o objetivo de estabelecer diretrizes de ordem administrativa, de planejamento e de organização, que visam à implementação de medidas de controle e sistemas preventivos de segurança nos processos, nas condições e no meio ambiente de trabalho na indústria da construção.

Conforme itens 18.7.6  e 18.7.6.1 da norma, trata-se especificamente de Trabalho a quente. Considera-se trabalho a quente as atividades de soldagem, goivagem, esmerilhamento, corte ou outras que possam gerar fontes de ignição, tais como aquecimento, centelha ou chama.

Durante o treinamento os alunos tiveram uma visão sobre:

NR 18 – Segurança em Soldagem e Corte à Quente (Oxicorte)

Processos de Soldagem: eletrodo revestido, solda e corte oxiacetileno;

Gases, cilindros, maçaricos, mangueiras, válvulas e manômetros;

Máquinas de Solda, eletrodos, porta eletrodo, garras e aterramentos;

Riscos físicos, químicos, ergonômicos, elétricos e biológicos;

Utilização de EPI e EPC;

Descrição e identificação dos riscos associados com o equipamento e suas proteções;

Funcionamento das proteções: como e porque devem ser usadas;

Como e em que circunstâncias uma proteção pode ser removida, quem e como realizar a atividade;

Os princípios de segurança na utilização da máquina ou EQUIPAMENTO; 

Segurança para riscos mecânicos, elétricos e outros relevantes; 

Método de trabalho seguro; 

Permissão de trabalho; 

Prevenção e combate a incêndio.

Processo Corte à Plasma:

Programa Plasma;

Fundamentos;

Características do processo;

Máquinas e equipamentos;

Aplicações;

Defeitos e soluções;

Comparação com outros processos de corte.

Nossos cursos corporativos poderão ser moldados de acordo com as necessidades de cada cliente abordando assuntos mais relevantes!

Assessoria técnica completa na área de soldagem para sua empresa. Atendemos todo o Brasil e Exterior.

Solicite um Orçamento

A Infosolda tem ministrado  cursos corporativos presenciais, observando todos os protocolos de segurança contra o COVID-19.

CONTATOS 11 3683-0364 / 3683-0754 /  96378-0157 / treinasolda@infosolda.com.br

SHARE
RELATED POSTS
Sistema Fiep inaugura em Maringá o Instituto Senai de Inovação em Engenharia de Estruturas
Ministrado mais um treinamento de Processo de Soldagem por Brasagem e Oxiacetileno
Nitreteção a gás controlada (Fornos de Nitretação)

Deixe seu comentário

*