Artigos Notícias

4 problemas com Tochas com Extração de Fumos (e como superá-los)

Publicado por Etienne Blouin em 24/08/2018 09:57:59

Nós entendemos, nem todo mundo ama tochas com extração de fumos. Por uma razão ou outra, sendo você um soldador, um engenheiro de soldagem, ou gerente de projetos, os mesmos problemas ou preocupações vem quando se trata de tochas com extração.

Bem, estamos aqui para dizer que sim, tochas com extração tem tido problemas – e algumas ainda tem. Mas talvez não é a tocha que você está usando que é um problema, mas simplesmente o fabricante errado. Ou, noções antigas sobre tochas com extração – estas que eram verdadeiras pela indústria de soldagem há 10 anos atrás – você andou olhando para as tochas com extração novamente?

Iremos nos aprofundar nesses principais problemas que você sempre ouviu a respeito de tochas com extração de fumos e elencar respostas para superar esses problemas.

  • 1. “É muito pesada.” – Isso é um problema de más primeiras impressões e experiencias passadas. Todos os soldadores – e com razão – dirão a qualquer um que colocar uma tocha pesada em suas mãos que é muito peso e que eles não irão usa-la. E é uma preocupação válida, especialmente quando se trata de tochas com extração de fumos. Algumas podem ser extremamente pesadas.

    Mas nem todas as tochas de soldagem com extração de fumos são iguais. Tochas com extração percorreram um longo caminho desde suas iniciais, mais volumosas e menos confortáveis ancestrais. Hoje, com um maior foco em ergonomia e em fazer o cabo & mangueira de extração mais manobráveis, muitas das tochas com extração atuais irão pesar tanto, se não menos do que as tochas comparáveis refrigeradas a ar, e serem mais confortáveis na mão. 
    Não acredita? Pegue uma tocha com extração de fumos construída mais recentemente – especialmente uma que tenha um foco em ergonomia e conforto – e segure em uma mão com sua tocha normal refrigerada a ar em outra. Ou melhor ainda, apenas as pese em uma balança. Você ficaria surpreso apenas com o quão leves as tochas com extração atualmente são em comparação com tochas padrão refrigeradas a ar. Muitas tochas padrão de 400 ampères refrigeradas a ar serão na verdade mais pesadas do que uma tocha com extração similarmente classificada, dependendo do fabricante.

    Certifique-se também se checar as especificações da tocha de soldagem que são importantes quando se trata de conforto – o quanto de pressão no gatilho é necessária para iniciar o arco – o diâmetro do punho, o ângulo da tocha, e quanta amplitude de movimento no pulso o soldador pode ter ao manusear a tocha de soldagem.
  • 2. “Não consigo acessar a minha solda” – Tochas de soldagem com extração de fumos são mais volumosas na parte frontal em sua maioria. Fabricantes de tochas no início estavam tão determinados a conseguir que a capa protetora coletasse fumos de soldagem suficiente para serem efetivas, quanto que o design do bocal pudesse acomodar a tal capa. O resultado é que os fabricantes de tochas quase universalmente fizeram as partes frontais das tochas tão grandes e volumosas que os soldadores não podiam acessar as juntas de solda que eles necessitavam ou ainda pior, não podiam ver o que estavam soldando. O problema originou-se de fabricantes que não usavam bocais do tipo padrão e os soldadores odiavam. Ainda é um problema atualmente com alguns fabricantes de tochas com extração no mercado.

    Por sorte, há fabricantes por aí que tem colocado seus esforços em melhorias para suas tochas a fim de superar essas reclamações muito comuns de soldadores e engenheiros. Hoje, você pode encontrar muitas tochas com extração agora com bocais rosqueados de tamanho normal em sua extremidade dianteira. Eles têm o mesmo comprimento, algum tamanho de furo e apresentam a mesma construção de estilo cônico que outras tochas MIG não especializadas em uso atualmente.
  • 3. “Não coleta fumos” – Isso é quase sempre uma questão multifacetada, mas o problema atinge a promessa do que as tochas com extração deveriam oferecer. Se a tocha não coleta fumos de solda, qual o ponto de utiliza-la? É um problema válido, e que acontece com operações de soldagem sejam estas grandes ou pequenas.

    Quase toda vez que isso acontece, é um problema múltiplo e há múltiplas maneiras de tentar e superar esse problema. Alguns dos estigmas de que tochas com extração de fumos nem mesmo coletam fumos, pode ser um problema e ter uma solução tão simples quanto: você não estar usando uma boa tocha com extração. Há muitas peculiaridades de design de tochas com extração que podem ser pontuadas: aberturas da capa protetora pequenas, muita restrição na mangueira, tamanhos pequenos da mangueira afetando o fluxo de ar, ou a capa estando muito próxima ao arco. Todos esses podem adversamente afetar o quão bem sua tocha coleta os fumos dependendo dos parâmetros dela e a unidade de extração de fumos em questão.Outra possível causa da tocha não estar coletando fumos é a necessidade de combinar o alcance da sucção a vácuo ao parâmetro de soldagem. É importante se certificar que um sistema de alto vácuo está sendo usado com a tocha com extração de fumos, e que as configurações CFM (do inglês cubic feet per minute, ou pés cúbicos por minuto) da unidade de coleta combinem com a especificação da tocha com extração.Se não for nem a tocha nem o sistema de extração de fumos, poderia ser também a posição do soldador estando incorreta e tendo que ser ajustada. Se sua tocha com extração não está coletando fumos da maneira que deveria, procure em todas as diferentes variáveis que poderiam estar impedindo a tocha de coletar os fumos até que você seja levado a nada além do que a própria tocha.
  • 4. “Porosidade e má qualidade de solda” – Porosidade é um problema comum de qualidade de solda em geral, mas com tochas com extração de fumos isso pode ser mais predominante. Especialmente com tochas com extração mais antigas, as quais o design não levava sempre em conta a dissipação do gás e como tochas com extração afetam o fluxo de gás. O problema usualmente se resume à capa protetora sendo posicionada muito próxima da junta de solda e sugando gás de proteção. Isso cria um fluxo de gás pobre do bocal para a soldagem, e resulta em porosidade.Geralmente, melhor controle do processo em evitar que o gás de proteção seja extraído irá superar esses problemas de qualidade de solda. Uma maneira contra esse problema é utilizar um fluxômetro para checar o fluxo de gás vindo de seu bocal baseado em amperagem, voltagem e seus procedimentos de soldagem. Se você está utilizando uma tocha com extração onde a capa protetora está especialmente próxima ao processo de soldagem, isso é um passo especialmente importante de checar todas as vezes.

Certamente, há outros problemas que você pode encontrar sobre tochas com extração de fumos. Mas em nossa experiência, esses são os que mais comumente são encontrados. Se você encontrar algum desses problemas, dê uma olhada nas outras opções ao redor.

SHARE
RELATED POSTS
Treinamento de Ensaios Visuais
Facudade Gratuita!!!
ASME XI Em PT para uso como referencia de estudo.

Deixe seu comentário

*