Notícias

Privatizações, nova ferrovia e gasoduto vão criar 11.500 vagas

Privatizações, ferrovia e gasoduto. Esses projetos fazem parte do plano estratégico firmado entre os governos do Espírito Santo e de Minas Gerais visando ao desenvolvimento econômico dos dois estados. A expectativa é de que as propostas criem 11.500 empregos em território capixaba.

As vagas serão criadas no médio prazo, na medida em que os projetos saírem do papel. Isso porque muitos deles carecem de aprovação do governo federal, a exemplo do marco regulatório ferroviário.

As informações foram divulgadas nesta segunda-feira (17), em Belo Horizonte (MG). O documento, elaborado pelas Federações das Indústrias do Espírito Santo (Findes) e de Minas Gerais (Fiemg), em parceria com os governos estaduais — incluindo o governadores Renato Casagrande e Romeu Zema, tem como foco ações nas áreas de infraestrutura, negócios, desenvolvimento regional e segurança jurídica.

Um dos destaques é a concessão e duplicação de trechos das BRs 381 e 262, a matéria é considerada pauta prioritária, e a expectativa é de que o leilão de concessão seja realizado até o final deste ano.

“A ideia é que o governo federal arque com parte das obras – como a construção de pontes e viadutos – para tornar o pacote mais atrativo”, frisou o presidente da Findes, Leonardo de Castro.

A desestatização da Companhia Docas do Espírito Santo (Codesa) também é esperada. “A oferta na Bolsa está prevista para o primeiro trimestre de 2021”, afirmou o presidente do órgão, Julio Castiglioni.

Também há projetos voltados para a expansão do setor de óleo e gás no Estado. A Empresa de Pesquisa Energética (EPE), por exemplo, estuda a implantação de um duto de transporte de gás pela chamada Rota 6. O projeto aguarda autorização do governo federal. Além disso, a renovação da concessão da Estrada de Ferro Vitória a Minas (EFVM) e a implantação da ferrovia Vitória-Rio (EF 118) são planejadas.

Fonte: Tribuna Online

SHARE
RELATED POSTS
Parabéns aos profissionais da Soldagem
Critérios para escolha de equipamentos para tratamentos térmicos para alívio de tensões em campo e seus componentes
Inovação, Dinamismo e Futuro.

Deixe seu comentário

*