Processos

Soldagem por resistência – equipamento

         O equipamento para soldagem por pontos, costura, projeção e topo consiste de três elementos básicos: um circuito elétrico, um sistema de controle do equipamento e um sistema mecânico.

O circuito elétrico é alimentado por um circuito elétrico transformador ou fonte de energia, e apresenta também ligações e eletrodos que conduzem a corrente de soldagem até as peças. Os eletrodos são feitos de ligas com alta condutividade térmica e elétrica, geralmente à base de cobre, e apresentam resistência à deformação e ao desgaste.

Algumas máquinas para soldagem por resistência fornecem corrente alternada. Essas máquinas contêm um transformador para produzir alta corrente de soldagem e baixa tensão elétrica. Dependendo da espessura e do tipo de material a ser soldado, a faixa de corrente pode variar de 1 000 a 100 000 Ampères.

Algumas máquinas de solda também podem produzir corrente contínua: são os retificadores. Os retificadores fornecem corrente contínua através de uma rede de corrente alternada.

O controle da soldagem pode ser feito pela corrente inicial e final no transformador, pela intensidade da corrente e pelo acionamento e liberação de pressão nos eletrodos, no tempo certo.

O controle da cronometragem e da seqüência estabelecida para a soldagem é executado em cada operação e inclui a aplicação de forças nos eletrodos, a corrente elétrica e o intervalo de tempo entre cada função. A corrente elétrica de soldagem é controlada por “taps” ou por circuito eletrônico ou, ainda, por ambos.

sistema mecânico

As soldagens por pontos, por costura e por projeção têm essencialmente os mesmos tipos de operações mecânicas. Os eletrodos aproximam-se e recuam até as peças por um controle de tempo e velocidade. A força é aplicada por mecanismos hidráulicos, pneumáticos, magnéticos ou mecânicos.

 Link Relacionado:

Soldagem – Coleção tecnológica SENAI – 1ª ed. 1997

 

SHARE
RELATED POSTS
Soldagem por resistência – Tipos de soldagem por resistência
Processo oxicombustível – Métodos de operação na soldagem
Processo arco Submerso – Características

Deixe seu comentário

*