Metalurgia

Descontinuidades planas e volumétricas

Descontinuidades planas

As descontinuidades planas apresentam praticamente duas dimensões: é o caso das trincas de solidificação e das trincas induzidas por hidrogênio, da falta de fusão e da falta de penetração. Essas descontinuidades geram uma concentração de tensão muito elevada nas suas extremidades e geralmente devem ser reparadas.  

                 

Descontinuidades volumétricas

As descontinuidades volumétricas apresentam três dimensões: poros, inclusões de escória e inclusões de tungstênio, no caso do processo TIG; apresentam concentração de tensão bem menor que as descontinuidades planas e, por isto, são menos críticas que estas. O reparo é necessário quando as descontinuidades atingem um determinado tamanho e/ou quando se verifica uma extensão acumulada delas. 

 Link Relacionado:

Soldagem – Coleção tecnológica SENAI – 1ª ed. 1997

SHARE
RELATED POSTS
Velocidade de resfriamento
Soldabilidade dos ferros fundidos
Descontinuidades metalúrgicas

Deixe seu comentário

*