Fundamentos

Modelo de Bohr

Em 1913, Niels Bohr estabeleceu um modelo para o átomo de hidrogênio, introduzindo conceitos quânticos para explicar a estabilidade do elétron que girava em torno do núcleo. A teoria eletromagnética clássica previa que o movimento orbital do elétron era instável, pois à medida que perdia energia devido ao seu movimento, deveria espiralar em direção ao núcleo, até chocar-se com ele.

Bohr postulou que o elétron podia girar em torno do núcleo indefinidamente, sem irradiar energia, em várias órbitas bem determinadas, possuindo em cada uma delas um determinado nível de energia, que podia ser calculado a partir das leis de Newton e de Coulomb. Deduziu, então, uma equação e determinou a energia do elétron em diferentes níveis, concluindo que eram necessários 13,6 elétron-volt (eV) para separar o elétron do átomo de hidrogênio. Essa energia é denominada energia de ionização do átomo de hidrogênio.

Link Relacionado:

Soldagem – Coleção tecnológica SENAI – 1ª ed. 1997

SHARE
RELATED POSTS
Raios catódicos
Pilha de Volta
Física do arco elétrico

Deixe seu comentário

*