Imprimir

Tratamento térmico aplicado à soldagem - aços inoxidáveis

Escrito por Infosolda. Posted in Metalurgia

O pré-aquecimento é desnecessário nos aços inoxidáveis austeníticos, porque trincas por hidrogênio não ocorrem nesses materiais. No caso de soldagem de aços inoxidáveis martensíticos, o pré-aquecimento e o alívio de tensões são obrigatórios, a fim de tornar a zona afetada pelo calor menos frágil e menos sujeita a trincas.

Os aços inoxidáveis podem sofrer vários tipos de tratamento térmico após a soldagem; os mais importantes são: redistribuição de tensões, alívio de tensões parcial, alívio de tensões pleno e solubilização.

redistribuição de tensões nos aços inoxidáveis

A redistribuição de tensões nos aços inoxidáveis situa-se na faixa de temperatura entre 290 e 425°C, abaixo da faixa de sensitização; é aplicável para peças soldadas ou deformadas em até 30%.

Com este tratamento térmico há uma significativa redistribuição dos picos de tensões e um aumento dos limites de tensão e escoamento; a precipitação e a sensitização intergranular não são problema para os graus de aços inoxidáveis envelhecidos com alto teor de carbono.

alívio de tensões parcial nos aços inoxidáveis

No alívio de tensões parcial, as temperaturas giram entre 425 e 595°C; este tratamento térmico é adequado para minimizar distorções provocadas por usinagem ou entre operações de soldagem e antes das operações de usinagem. Somente deve ser empregado para os graus baixo carbono L e os estabilizados 321 e 347.

alívio de tensões pleno nos aços inoxidáveis

O alívio de tensões pleno nos aços inoxidáveis está entre 815 e 870°C; é ocasionalmente necessário para alívio de aproximadamente 90% da tensões, mas somente quando se tratar dos graus baixo carbono L e os estabilizados 321 e 347. Peças sujeitas ao tratamento térmico nesta faixa de temperatura não mostraram sensitização, quando submetidas a testes de susceptibilidade à corrosão, de acordo com ASTM A262.

 solubilização nos aços inoxidáveis

O tratamento de solubilização deve ser feito sob temperatura de no mínimo 900°C, durante período de uma a dez horas. É ocasionalmente empregado em conjuntos soldados, quando sua utilização em trabalho for na faixa de 400 a 900°C. O objetivo da solubilização é a aglomeração dos carbetos para a prevenção de precipitação intergranular de carbetos; tal como no alívio pleno, conseguem-se bons resultados de susceptibilidade à corrosão intergranular, de acordo com ASTM A262.

Tratamento térmico

Finalidade do tratamento

Tipos de aços inoxidáveis

Faixa de temperatura (cC)

Redistribuiçáo de tensões

Homogeneizar o conjunto, aumentar limite de escoamento e resistência

Todos

290 a 425

Alívio de tensões parcial

Minimizar distorções por usinagem e soldagem

Graus V 321 e 347

425 a 595

Alivio de tensões pleno

Aliviar tensões

Graus V 321 e347

815 a 870

Solubilização

Prevenir corrosão intergranular

Todos

Acima de 900

Tratamento térmico

Finalidade do tratamento

Tipos de aços inoxidáveis

Faixa de temperatura (cC)

 

 Link Relacionado:

Soldagem – Coleção tecnológica SENAI – 1ª ed. 1997