Imprimir

Aplicações dos tratamentos térmicos - aços de baixa liga

Escrito por Infosolda. Posted in Metalurgia

A soldagem dos aços de baixa liga requer cuidados especiais, uma vez que esses materiais são temperáveis por causa da adição de elementos de liga, a exemplo de cromo, molibdênio, níquel e vanádio, além do carbono. Esses materiais têm suas ZACs suscetíveis ao endurecimento, e portanto, as faixas de pré-aquecimento são geralmente mais elevadas que as dos aços carbono.

 Para os aços de construção mecânica mais usuais da indústria, indicam-se as faixas de espessura mais comuns.

Aço

Temperatura de pré-aquecimento

SAE

e < 12,7 (mm)

12.7 < e < 25.4 (mm)

25.4 < e . 50,8 (mm)

4130

150-200

200-250

250-300

4140

200-250

250-300

300-350

4340

300-350

300-350

300-350

4640

200-250

250-300

250-300

5140

200-250

250 - 300

250-300

8640

150-200

200 - 250

250 - 300

 O alívio de tensões é obrigatório após as operações de soldagem de aços de construção mecânica e deve ser feito conforme a norma ASME VIII na faixa de 580°C a 620°C, com uma hora de permanência da temperatura para cada polegada (25,4mm) de espessura, nas duas primeiras polegadas e 15 minutos para cada polegada suplementar; o alívio deve ser feito de preferência imediatamente após a soldagem; caso não seja possível, fazer um pós-aquecimento a 50°C acima da temperatura máxima de pré-aquecimento empregada, com um patamar de permanência de uma a quatro horas, seguido de resfriamento lento.

 Link Relacionado:

Soldagem – Coleção tecnológica SENAI – 1ª ed. 1997