Imprimir

Atividade do radioisótopo

Escrito por Infosolda. Posted in Fundamentos

A atividade de um radioisótopo é caracterizada pelo número de desintegrações que ocorrem em um certo intervalo de tempo. Como a atividade apresenta uma proporcionalidade com o número de átomos excitados presentes no elemento radioativo, é possível expressá-la por uma fórmula semelhante à do decaimento radioativo:

Imprimir

Radioisótopos

Escrito por Infosolda. Posted in Fundamentos

Em 1934, Pierre e Marie Curie descobriram a radioatividade produzida artificialmente quando, bombardeando um alvo de alumínio com partículas alfa, notaram a produção de nêutrons e pósitrons que se mantinham mesmo depois de retirada a fonte de partículas alfa. Concluíram, então, que o bombardeio de um alvo de alumínio (AI-27) com partículas alfa formava um isótopo de fósforo, de acordo com a reação nuclear 13AI27 + 2He" - 15P30 + On1.

Imprimir

Radioatividade

Escrito por Infosolda. Posted in Fundamentos

Define-se radioatividade como a emissão espontânea de radiação por um núcleo atômico que se encontra num estado excitado de energia. Existem quatro tipos diferentes de radiação: partículas Alfa (a), partículas Beta (p), raios gama (7) e raios X. A constituição e as características das radiações podem ser vistas num quadro.

Imprimir

Ondas ultrassônicas

Escrito por Infosolda. Posted in Fundamentos

As ondas ultrassônicas são geradas ou introduzidas no material através de um elemento emissor com uma determinada dimensão e que vibra com uma certa freqüência; esse emissor pode se apresentar sob forma circular ou retangular.