Processos de Soldagem

União de Plástico I e II

Texto Traduzido por Ruben Fernandes aluno da Fatec-SP

1- Introdução

Para soldagem de plásticos, conhecimento básico não somente de processos de soldagem, mas também de plásticos em geral é um requisito importante. Portanto, primeiramente deve ser demonstrado a estrutura e o comportamento do plástico.

Como para a soldagem de metais, existe uma diferença fundamental entre aço e alumínio; da mesma forma uma grande diferença de características de materiais deve ser observada nos plásticos.

Apesar de toda simplificação e automação, a produção de juntas de soldas sempre requer um talento manual. Portanto, para evitar confusões, um cuidadoso e minucioso treinamento está em primeiro plano. Desse modo, é indiferente se uma junta é produzida para soldagem ou colagem, ou se é parafusado ou travado.

A fim de garantir uma qualidade estável e uma condição ajustada para juntas de plásticos é importante controlar ou inspecionar o soldador em intervalos definidos, como por exemplo: análise da máquina de solda de plástico.

Arquivo: 0,99 MB em pdf. 14 páginas 19 figuras

Textos relacionados:

Processo arco Submerso – Características

Processo com arame tubular – Características

Processo mig/mag – Características

Processo com eletrodo revestido – Características

Processo oxicombustível – Características

Processo TIG – características

Clique aqui e baixe o artigo: União de Plástico I e II

SHARE
RELATED POSTS
Fillet Welds That Are “Too Long”
Técnica Operatória da Soldagem SAW
Brasagem do Alumínio

Deixe seu comentário

*