Imprimir

Introdução aos processos de soldagem

Escrito por Infosolda. Posted in Processos de Soldagem

Existe um grande número de processos por fusão que podem ser separados em sub-grupos, por exemplo,de acordo com o tipo de energia usada para fundir as peças. Dentre estes, os processos de soldagem a arco (fonte de energia: arco elétrico) são os de maior importância industrial na atualidade.

Confira neste artigo uma introdução aos mais diversos processos de soldagem.

Imprimir

Processo de soldagem por difusão

Escrito por Infosolda. Posted in Processos de Soldagem

 

Artigo escrito pelo Prof. Luiz Gimenes do curso de Soldagem da FATEC-SP e da pós graduação em Inspeção e Automação em Soldagem do SENAI Nadir Dias de Figueiredo e pelo Prof Marcos Antonio Tremonti  do curso de Soldagem da FATEC-SP.

O processo foi desenvolvido originalmente para ser aplicado na construção de peças para a indústria aeronáutica e espacial, hoje outras áreas já fazem uso desta tecnologia.

O processo de Soldagem por difusão é utilizado para unir materiais :

  • iguais;
  • com composição química semelhante;
  • ou dissimilares, predominantemente os metálicos.
Imprimir

Soldagem a plasma - PAW

Escrito por Infosolda. Posted in Processos de Soldagem

Artigo realizado pelos alunos Juarez Marques de Lacerda e Wilson Almeida da CEFET-MG orientados pelo Prof. Alexandre Queiroz Bracarense, PhD.

O processo de soldagem a arco com Plasma (PAW) é um processo de soldagem que produz coalescência dos metais, pelo aquecimento com um arco constrito entre o eletrodo e a peça de trabalho (arco transferido) ou entre o eletrodo e o bocal constrito da tocha( arco não transferido).

A proteção é obtida do do gás quente e ionizado, proveniente da tocha. Este gás é usualmente suprido por uma fonte auxiliar de gás de proteção.

Imprimir

Processo de Soldagem por Arame Tubular

Escrito por Infosolda. Posted in Processos de Soldagem

Artigo escrito por Eng° Roberto Joaquim.

O processo de soldagem por Arame Tubular é definido como sendo um processo de soldagem por fusão, onde o calor necessário a ligação das partes é fornecido por um arco elétrico estabelecido entre a peça e um Arame alimentado continuamente.

É um processo semelhante ao processo MIG/MAG, diferindo deste pelo fato de possuir um Arame no formato tubular, que possui no seu interior um fluxo composto por materiais inorgânicos e metálicos que possuem várias funções, entre as quais a melhoria das características do arco elétrico, a transferência do metal de solda a proteção do banho de fusão e em alguns casos a adição de elementos de liga, além de atuar como formador de escória.