Processos de Corte

Corte e Outros Processos de Preparação do Topo a Ser Soldado

Texto traduzido por José Carlos da Silva e Plínio Ebert Lima, alunos da FATEC-SP.

Corte a Plasma

Em física um plasma é geralmente entendido como sendo um gás aquecido intensamente, que devido sua alta temperatura, é conduzido eletricamente. Isto significa, todos os arcos são plasma. No campo da soldagem e corte o termo plasma é claro usado em um sentido mais restrito. Aqui, apenas um arco que é constrito por um bocal é chamado um plasma.

A característica principal do processo de corte a plasma é o arco de corrente direta, altamente concentrado, que é colidido entre um catodo de tungstênio e uma peça de trabalho metálica que será cortada, o gás de corte é soprado através do bocal constritor em alta velocidade. O metal fundido é completamente expelido do corte. Todos os metais eletricamente condutores podem ser cortados. Isto inclui, portanto, aqueles que não podem ser cortados a chama, tal como aços alta liga e alumínio.

Artigo: 0,77 MB em pdf. 19 páginas – 24 figuras

Textos relacionados:

Comparativo Entre a Produtividade e Custo Operacional dos Processos Térmicos Oxicorte, Plasma e Laser, Para Cortar o Material Aço Carbono Entre as Espessuras de 6 à 25mm.

Oxicorte: Estudo da Transferência de Calor e Modelamento por Redes Neurais Artificiais de Variáveis do Processo

Corte e goivagem pelo processo plasma

Corte por Eletrodo de Grafite

Corte e Outros Processos de Preparação de Chanfro I

Clique aqui e faça o download do artigo: Corte e Outros Processos de Preparação do Topo a Ser Soldado

SHARE
RELATED POSTS
Oxicorte: Estudo da Transferência de Calor e Modelamento por Redes Neurais Artificiais de Variáveis do Processo
Comparativo Entre a Produtividade e Custo Operacional dos Processos Térmicos Oxicorte, Plasma e Laser, Para Cortar o Material Aço Carbono Entre as Espessuras de 6 à 25mm.
LASER

Deixe seu comentário

*