Imprimir

PROCEDIMENTO DE PINTURA

Escrito por treinasolda. Posted in Metalurgia

Leia o artigo técnico do aluno da Fatec-SP - Emerson Bartolomeu Zucconi

1-) Os equipamentos e materiais que compõem o sistema de tratamento de Efluentes Carboquímicos e Estação de Tratamento Biológico da CSN, serão pintados conforme este plano de pintura, elaborado baseado na especificação ET-500124 da CSN, considerando as notas abaixo relacionadas: 

2-) Todos os materiais não ferrosos como bronze, alumínio, materiais à base de resina plástica reforçada (P.R.F.V.), Polietileno, etc., e superfícies em aço inoxidável não serão pintados de acordo com especificação do fabricante.

Imprimir

METALIZAÇÃO DE VÁLVULAS EM FERRO FUNDIDO NODULAR

Escrito por treinasolda. Posted in Metalurgia

Leia o artigo técnico dos alunos da Fatec-SP - Itamar Junior e Roger Amorim

Este projeto apresentará algumas aplicações de um processo metalúrgico conhecido com metalização, um processo relativamente novo, que conta com diversas aplicações práticas na manutenção e revestimento de peças e componentes metálicos ou não-metálicos. Também contaremos com um estudo de caso para ilustrar uma aplicação de metalização realizada em válvulas em ferro fundido nodular utilizando como consumível um arame de aço inox.

Imprimir

Grafeno

Escrito por treinasolda. Posted in Metalurgia

Leia o artigo técnico dos alunos da Fatec - SP - Ana Paula M. da Silva e Antoniel da Silva Ventura

Um dos materiais mais inovadores cuja facilidade de manuseio vai permitir que ele (grafeno) seja aplicado em quase todos os setores da indústria, inclusive na medicina. “A quantidade de aplicações é extraordinária. Só é limitada pela criatividade dos cientistas”, brinca o físico Antônio Hélio de Castro Neves, diretor do Centro de Pesquisa em Grafeno da Universidade Nacional de Cingapura.

Imprimir

Leia o artigo: distorções em um conjunto soldado

Escrito por treinasolda. Posted in Metalurgia

Leia o artigo técnico do Alex Sandro Fausto dos Santos, ex aluno de pós graduação do SENAI

A soldagem provoca distorções no metal base (peça, item, conjunto soldado), devido ao aquecimento localizado do arco elétrico, ou seja, se durante a soldagem o metal base fosse aquecido de maneira uniforme, não haveria quase nenhuma distorção. Porém, como na soldagem o material é localmente aquecido e a sua movimentação é restringida pelo metal frio “circunvizinho”, são geradas tensões mais altas do que a tensão de escoamento do material, o que ocasiona deformação plástica permanente no metal base.

CONTINUE LENDO