Imprimir

Tecnologias para Construção Metalmecânica

Escrito por Infosolda. Posted in Industrial

Apresentação realizada pelo professor Luiz Gimenes do curso de Soldagem da FATEC-SP e da pós graduação em Inspeção e Automação em Soldagem do SENAI Nadir Dias de Figueiredo.

Os tópicos abordados pela  apresentação são:

  • Como Colocar uma Tecnologia em Prática?
  • Antes de Começar a procurar Soluções deves conhecer sua
  • Empresa.
  • Levantamento de Dados.
  • Fluxo de Produção.
  • Como incorporar novas tecnologias.
  • Tomada de Decisão.
  • Problemas de Mão-de-obra, Educação e Treinamento.
  • Robotização.
  • Tendencias Mundiais.
Imprimir

Tensões Residuais de Soldagem

Escrito por Infosolda. Posted in Metalurgia

Artigo escrito por Annelise Zeemann, Engenharia Mecânica, D. Sc. Em Eng. Metalúrgica e de materiais no PEMM – COPPE/UFRJ, e Diretora Técnica da TECMETAL, que atua em análise de materiais e consultoria em engenharia mecânica e metalúrgica.

Neste artigo apresentaremos um assunto sobre o qual quase todos temos dúvidas, que são as tensões residuais de soldagem. Por que são geradas, quais as implicações reais de sua presença durante a soldagem e após a soldagem, quando e como devem ser aliviadas ??? Sem dúvida este assunto é complexo, extenso e inesgotável, e por isso serão apresentados, de forma bastante simplificada, alguns aspectos básicos sobre o assunto.

O estado de tensões residuais ao longo de uma junta, após a soldagem, é bastante complexo e não é nossa pretensão sequer apresentá-lo, muito menos explicá-lo; mas as tensões residuais de tração existentes nas adjacências da solda são aquelas que conhecidamente podem causar falhas prematuras e sua visualização não é difícil, desde que sejam feitas algumas simplificações.

Imprimir

Thicker Steel Permits the Use of Opposing Arcs

Escrito por Leandro Peres Ferreira. Posted in Processos de Soldagem

Practical Ideas for the Design Professional by Duane K. Miller, P.E.

An Efficient Technology

A welding system featuring opposing arcs is commonly used to weld stiffeners to webs on bridge members. In concept, opposing arc systems can be used to fabricate any tee joint configuration requiring fillet welds on both sides of the vertical member.